Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

quarta-feira, 3 de julho de 2013

CONTINUA SEM FALA : PROFESSORA DE LAGO VERDE VITIMA DE ACIDENTE DE TRÂNSITO ESTÁ EM COMA

                      A TRÊS DIAS ELA ESTÁ SEM FALA

PROFESSORA PRETHA MESQUITA NO LEITO DO HOPSITAL
Deste que sofreu um grave acidente de trânsito e foi levada as pressas para o hospital Laura Vasconcelos em Bacabal, a professora Pretha Mesquita está no terceiro dia em coma, segundo a equipe médica ela ainda não conseguiu falar, a professora passa por um momento delicado afirmam os médicos.


No hospital Pretha está tendo a companhia dos familiares  o irmão professor Arias e a irmã  professoras Mayara Mesquita.  Dona Antônia  Lúcia  mãe  da professora Pretha também está sofrendo ela tem 52 anos e diariamente enfrente crise de depressão.


O acidente aconteceu segunda feira (01/07) a tarde quando a professora se deslocava para Conceição do Lago Açu, onde trabalha. 



O Blog  teve acesso algumas fotos, vejo como ficou a motocicleta depois do acidente

     
     


COMO OS MÉDICOS TRATAM OS PACIENTES EM COMA


Não existe um tratamento para tirar um paciente do coma, os tratamentos servem para prevenir futuros danos físicos e neurológicos. 

Em primeiro lugar, os médicos tomam as devidas precauções para que o paciente não corra risco eminente de morte. 

Pode ser necessário o uso de uma máquina de ventilação artificial, conectada ao paciente através de um tubo que passa pela boca e pela traquéia, também chamada de respirador. Se há outros ferimentos graves em outras partes do corpo que possam colocar a vida do paciente em risco, eles serão tratados. 

Se uma pressão intracraniana excessiva causou o coma, os médicos podem aliviar essa pressão colocando cirurgicamente um tubo dentro do crânio para drenar o líquido. 

Um procedimento chamado hiperventilação, que aumenta a freqüência da respiração para contrair os vasos sangüíneos no cérebro, também pode ser usado para diminuir a pressão intracraniana. 

O médico também pode usar medicação para prevenir convulsões. Se uma overdose de drogas ou taxa muito baixa de açúcar no sangue causou o coma, os médicos tentam corrigir isto o mais rápido possível. Os pacientes que tiveram acidente vascular (derrame) isquêmico agudo podem passar por procedimentos ou receber medicação anticoagulante para melhorar o fluxo sanguíneo cerebral. 

Os médicos também podem usar exames de imagem como a ressonância magnética (MRI) ou a tomografia computadorizada (CT), para ver dentro do cérebro e identificar um tumor, aumento de pressão ou qualquer sinal de dano cerebral. A eletroencefalografia (EEG) é um exame usado para detectar anormalidades na atividade elétrica cerebral. Se o médico suspeitar de uma infecção como a meningite, pode fazer uma coleta de líquor para chegar ao diagnóstico. Para fazer este exame, o médico coloca uma agulha na espinha do paciente e remove uma amostra do líquido cérebro-espinhal para ser analisado.

2 comentários :

  1. nada disso é verdade ela não esta em coma coisa nenhuma muito menos sem fala apenas sofreu uma fratura na perna esquerda e foi submetida a uma cirurgia para retirada de um liquido q ficou acumulado no estomago devido a forte batida.
    fonte(de quem realmente acompanhou a paciente)

    ResponderExcluir
  2. Caro companheiro Antonio Filho, a paciente Maria da Conceição de Mesquita Moraes conhecida como Preta Mesquita deu entrada no Pronto Socorro de Bacabal consciente, respondeu aos questionamentos da equipe, referia dor no braço direito, região torácica e abdominal e perna esquerda, que após exame de raio X ficou constatado fratura linear e após ultrassonografia, presença de líquido na cavidade abdominal que prontamente submetida a laparotomia realizada por Dr. Ribeiro, sendo submetida a anestesia geral, sendo este o único período em que ela ficou inconsciente, para oferecer segurança ao processo. A paciente já teve alta na manhã desta sexta-feira 05/07/13 e só não saiu andando porque está com gesso na perna esquerda.

    Grande abraço,

    Ozino Cutrim

    ResponderExcluir