Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

terça-feira, 1 de abril de 2014

SÉRGIO MIRANDA PREFEITO DE BOM LUGAR REUNI 4 MIL PESSOAS PARA DISCUTIR A DESAPROPRIAÇÃO DO POVOADO PEDRA DO SALGADO

SÉRGIO MIRANDA MOBILIZOU A POPULAÇÃO PARA PARTICIPAR DO EVENTO 

PREFEITO SÉRGIO MIRANDA DISCURSANDO 
Comunidades de Vitorino Freire, Bom Lugar, Bacabal e Olho d’Água das Cunhãs, foram comunicado neste mês de um processo que transita na Justiça Federal sobre a possibilidade de desapropriação de áreas que abrange os municípios citados.

A notícia foi uma surpresa desagradável para proprietários de terras e os moradores do local onde pode ser desapropriado. Imediatamente o Deputado estadual Roberto Costa e o Prefeito Sérgio Miranda preocupado com os rumos do processo estiveram terça-feira (25), na Assembleia Legislativa do Estado e outras autoridades, solicitaram a criação de uma Comissão Especial para acompanhar a problemática e buscar uma solução.

ENTENDA O CASO:

A ação civil pública iniciada pelo Ministério Público Federal há 12 anos recebeu nos últimos dias uma decisão favorável do juiz federal José Carlos do Vale Madeira, determinando que a Fundação Nacional do Índio (Funai) constituísse um grupo técnico e iniciasse todo o processo de estudos antropológico, cartográfico e ambiental desse local habitado pelos índios Krenyê a cerca de 70 anos atrás, para a constituição de uma nova reserva indígena. A decisão judicial deixou alarmados os moradores da região e afeta ainda a economia local.



PROVIDÉNCIAS:
O Prefeito de Bom Lugar (MA) Sérgio Miranda e o Deputado Roberto Costa e  a Secretária de Agricultura de Bom Lugar Maria Soares puseram em prática a ideia de convocar toda a população das áreas atingidas para uma reunião para discutir junto a comunidade o caso e pronunciar soluções. Mais de quatro mil pessoas participaram do encontro. Na ocasião, algumas decisões foram tomadas: organizaram equipes para colher assinaturas dos proprietários de terras ou simples moradores das terras ameaçadas de desapropriação para compor um abaixo-assinado.

Lideranças políticas e autoridades improvisaram um palanque onde foi discutidos alternativas viáveis para defender a população desta desapropriação. O Senador João Alberto de Sousa, Prefeito Sergio Miranda, Deputado Roberto Costa, Secretária de agricultura de Bom Lugar Maria Soares e sindicalistas municipais ouviram as queixas e garantiram estar ao lado desse povo nesta causa.

NO PALANQUE:

O Prefeito Sérgio Miranda fez a abertura, descreveu seu empenho na luta pela população, o apoio íntegro e disponibilidade em defesa da terra aquela pessoas. Sérgio Miranda mencionou ainda que a luta é de todos e que politicamente falando não envolve influencia partidária, prova disso o Prefeito Sérgio Miranda mandou que convidasse o líder político Rogério Costa e ambos dividiram o mesmo palanque.

O Prefeito de Vitorino Freire em seu pronunciamento deu garantia de que faz parte daquela luta e classificou como um desrespeito ao município e sua população a ação de desapropriar áreas para entregar aos indígenas.

Ouviram ainda a fala do Presidente da Câmara municipal de Bom Lugar, Joca Miranda, a Secretária de agricultura de Bom Lugar Maria Soares e o presidente do sindicato dos Trabalhadores Rurais de Vitorino Freire.

DEPUTADO ROBERTO COSTA:

O Deputado Roberto Costa discursou firme e afirmou estar junto com as demais autoridades para garantir o direito dos trabalhadores de permanecer em suas terras e que ele pretende  mostrar ao Juiz a situação de pânico na região, e que não pode de maneira alguma atingir toda esta população.
“Eu já fiz um discurso na Assembleia, criei uma frente parlamentar em defesa dos direitos desta população. Nós aqui não somos contra os direitos dos Índios, agora, eu disse ao Juiz: ‘não se pode garantir direito para os Índios tirando o direito da grande maioria da população que já morava neste local há mais de 60 e 70 anos’. E nós temos numa decisão como esta,  de respeitar a cima de tudo o trabalho de todas as pessoas, principalmente as pessoas idosas destas comunidade que tem 60 ou 70 anos trabalhando e construindo suas famílias dentro destas comunidades e que agora, com uma decisão dessa cria-se o perigo de desrespeitar tudo que foi construído por  esse povo’’ discursou o Deputado Roberto Costa.

Roberto Costa acrescentou ainda que a FUNAI já baixou um documento determinando a visita oficial para comissão que foi criada no intuito de fazer todo levantamento e demarcação daquela área.

DISCURSO DO SENADOR JOÃO ALBERTO:

O Senador João Alberto  foi bem claro ‘’Nós não vamos concordar com essa demarcação, se for necessário, nós vamos levar a população lá pra BR, fechar a BR para chamar a atenção da nação, da injustiça que estão querendo fazer’
O Senador prosseguiu seu discurso em que falou numa conversa com o Ex-presidente José Sarney sobre o assunto, onde o mesmo explicou que na região do Médio Mearim não existia Índios, e o escritório de antropologia vai provar que os Índios que vieram pra cá foram os índios que vieram corridos da Amazônia pelos Portugueses.

João Alberto apresentou o Deputado Roberto Costa como o comandante do movimento em defesa da população e perguntou a todos se o aprova. O povo aplaudiu como sinal de afirmação. “Ele é quem vai reunir a grande frente que vai montar um comitê executivo e que esta luta não é amadora, é uma luta profissional, pois estão lutando contra uma grande empresa que é a FUNAI por isso vai ser colocado um escritório competente na luta para ajudar, e suspender a decisão do Juiz”, explicou o senador João Alberto.


MORADORES:

O Site bomlugarnoticias.com.br conversou com moradores antigos no povoado Pedra do Salgado, encontrou lamentações dos mesmos:
“É uma vida inteira enraizada na aquela terra, terra conquistada no calor da batalha diária, a custo de muito suor”, disse um trabalhador rural. “Plantios, criações e as suas construções de moradias, deixar tudo isso ao Léo e sair sem rumo é coisa que evitam até imaginarem a situação cruel pela a tal decisão”.


Com apoio de Josemar Rodrigues
 Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário :

Postar um comentário