Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

GOVERNADOR E MINISTRO-CHEFE DA CASA CIVIL DO GOVERNO FEDERAL CONVERSAM SOBRE INVESTIMENTOS NO MARANHÃO

DURANTE CONVERSA COM O MINISTRO-CHEFE, O GOVERNADOR FLÁVIO DINO DESTACOU, ENTRE OUTRAS PAUTAS, O PORTO DO ITAQUI COMO GRANDE VETOR DO DESENVOLVIMENTO DO ESTADO.

Governador  Flávio Dino e o Ministro Chefe da Casa Civil do Gov. Federal Eliseu Padilha
O governador Flávio Dino esteve reunido com o ministro-chefe da Casa Civil do Governo Federal, Eliseu Padilha, na manhã desta quinta-feira (08), no Palácio do Planalto, em Brasília. Na pauta do encontro, projetos de interesse do Maranhão, como o investimento nos estados como alavanca para retomada do crescimento econômico no país.

Para Flávio Dino, os investimentos do setor privado, mediante concessões, também são importantes para a retomada do crescimento, porém é imprescindível que se tenha investimentos públicos. “Se nós olharmos o comportamento do setor da construção civil, nós vemos uma paralisação muito aguda exatamente pela desaceleração de obras públicas. Então, obras de infraestrutura e habitação são rigorosamente essenciais. Os estados só farão isso mediante crédito. E é isso que nós estamos buscando agora”, explicou Flávio Dino.
Durante a reunião com o ministro, o governador alertou que o Brasil está chegando em um quadro de emergência, tanto do ponto de vista econômico quanto do ponto de vista social. “Nós precisamos, portanto, destravar os investimentos públicos e privados. E somente uma parceria do Governo Federal com os Governos estaduais pode trazer esse resultado que o Brasil precisa agora”, reiterou.

Porto do Itaqui

Um dos maiores vetores do desenvolvimento do estado, o Porto do Itaqui também fez parte da pauta do encontro. Segundo Flávio Dino, a boa gestão da Empresa Maranhense de Portos (EMAP) tem atraído cada vez mais novos investidores para o porto do Maranhão.

“Nós temos hoje também o setor privado procurando muito fortemente o Porto do Maranhão, como por exemplo, no setor de combustíveis, de grãos, nós temos operação de celulose muito importante. De modo que é imprescindível que haja, por parte do Governo Federal, uma agilidade na apreciação desses pedidos, para que esses investimentos privados do Porto do Itaqui possam se materializar”, destacou o governador.

O governador também defendeu uma relação mais adequada entre o Governo Federal e os estados é essencial para que a economia brasileira volte a crescer e gerar empregos, e o debate como o do projeto de lei que trata da renegociação das dívidas dos estados com a União que está em apreciação no Congresso Nacional é fundamental para que as federações possam colocar suas finanças públicas em ordem.

Fonte: Secap Texto: Rafael Arrais

Fotos: Divulgação

Nenhum comentário :

Postar um comentário