Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

GOVERNO E FUNDAÇÃO ANTONIO BRUNNO DIALOGAM PARA MELHORAR ACOLHIMENTO DE PACIENTES EM TRATAMENTO DO CÂNCER NA CAPITAL

O CONVÊNIO ENTRE GOVERNO E FUNDAÇÃO DEVE GARANTIR RECURSOS PARA MELHORIAS NA ESTRUTURA FÍSICA E PAGAMENTO DE DESPESAS NECESSÁRIAS AO ACOLHIMENTO DOS PACIENTES E FAMILIARES.

Este é um lugar de alegria e amor, onde encontramos pessoas que nos acolhem, com quem dividimos o nosso sofrimento”, explicou Ilson Ferreira, que há mais de dois anos acompanha a luta da filha, Emily Ferreira, de 7 anos, em tratamento oncológico. A família, da cidade de Matinha, faz parte das 64 pessoas acolhidas, atualmente, pela Fundação Antonio Brunno, casa de apoio às pessoas com câncer, na capital maranhense.

Neste sábado (28), uma comitiva da Secretaria de Estado da Saúde (SES) visitou a sede da Fundação, uma etapa importante para o início da parceria entre Governo e instituição. O secretário Carlos Lula, acompanhado da subsecretária Karla Trindade, da secretária adjunta de Assistência à Saúde, Larissa Cavalcanti, e da secretária adjunta de Engenharia e Manutenção, Thaís Farias, conheceu a história da instituição, as instalações para acolhimento, além de relatos de pacientes e acompanhantes.

O convênio entre Governo e Fundação deve garantir recursos para melhorias na estrutura física e pagamento de despesas necessárias ao acolhimento dos pacientes e familiares. “O governo entende que este acolhimento é um diferencial na resposta dada ao tratamento desses pacientes. É parte do processo de cura, que vai além das cirurgias e quimioterapia oferecidas pelas unidades de saúde do estado. O compromisso que assumimos é sobre como melhorar o cuidado com nossos pacientes, é garantir que sejam assistidos e se recuperem de suas enfermidades”, garantiu Carlos Lula.

A Fundação Antonio Brunno, em 2016, teve uma despesa de quase R$ 1 milhão para atender as necessidades de 64 acolhidos diários, com recursos que cobrem desde a alimentação até custos com funerárias. “Há cinco anos esse projeto existe totalmente dependente de doações. O apoio do Governo vai muito além de atender a nossa necessidade financeira, vai nos fortalecer emocionalmente. Há confiança na gestão, porque demonstra preocupação com os menores, é sensível aos que não possuem recursos”, ressaltou o presidente da instituição, Antonio Lima Sousa.

A visita da comitiva também trouxe alegria para as crianças da instituição. Servidores da SES doaram brinquedos aos pequenos que desde cedo travam uma severa luta contra o câncer. Em média, paciente e acompanhante vivem durante 18 meses na casa de apoio, sendo 92,92% adultos e idosos, 4,86% jovens e 2,22% crianças.

Tratamento no interior
O Governo tem investido na expansão dos procedimentos oncológicos no Maranhão, qualificando os serviços oferecidos no Hospital Macrorregional Dr. Ruth Noleto e alcançando 43 municípios das regiões de saúde de Imperatriz, Barra do Corda, Açailândia e Balsas, inclusive os povos indígenas.

A região centro-sul do Maranhão contará com o primeiro Núcleo Estadual para Diagnóstico Precoce de Câncer, onde será possível a análise e investigação de vários tipos da doença. Os pacientes realizarão biópsias de mama, próstata, pele, colo uterino e fígado.  O serviço assegura mais agilidade para o tratamento dos casos positivos para câncer.

Além disso, como parte do plano de requalificação do atendimento em saúde pública no Estado, o Governo estabeleceu convênio com o Centro Integrado de Tratamento Oncológico (Orocadium), clínica particular especializada em radioterapia em Imperatriz. A parceria disponibiliza assistência para pacientes do Maranhão e, também, para o Tocantins, com serviços de alta complexidade na especialidade oncologia – radioterapia e branquiterapia.

O convênio descentraliza o serviço no estado, antes disponível apenas na capital, e amplia a oferta para o estado do Tocantins, que envia pacientes para tratamento oncológico na unidade por meio de convênio entre as Secretarias de Estado da Saúde do Maranhão e do Tocantins.

Fundação Antonio Brunno
Desde 2011, a casa de apoio às pessoas com câncer beneficiou mais de 900 pessoas. A unidade está localizada no Planalto Anil II, em São Luís. A instituição adquiriu um terreno para construção de uma nova sede. Serão mais de 3.000 metros quadrados de área construída para atender 220 pessoas por dia.

                                      

Fonte: SES          
Texto: Evelin Queiroz

Nenhum comentário :

Postar um comentário