Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

SEBRAE CAPACITA PROFESSORES DE ZÉ DOCA PARA ATUAR NO JEPP

OBJETIVO DO JEPP É REPASSAR CONHECIMENTO AOS ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA QUE POSSAM DESENVOLVER HABILIDADES E COMPORTAMENTOS EMPREENDEDORES, IDENTIFICANDO OPORTUNIDADES E DESAFIOS FUTUROS.

Com foco no estímulo à educação empreendedora, o Sebrae deu início às capacitações de 315 professores da rede municipal e particular de ensino em diversas escolas do Maranhão.  A ideia é que os mestres atuem como agentes multiplicadores do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) que será aplicado nas turmas do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, envolvendo 3.600 alunos entre 8 a 14 anos de idade.

Em 2016 o JEPP capacitou 1.100 alunos no Maranhão, nos municípios de Timon e Nova Olinda do Maranhão do Maranhão. Este ano a metodologia será aplicada em oito escolas localizadas nos municípios de Açailândia, Bacabal, Caxias, Estreito, Presidente Dutra, Zé Doca, Nova Olinda do Maranhão e Timon.  

O JEPP é uma metodologia de trabalho escolar promovida pelo Sebrae como uma forma de estimular o comportamento empreendedor dos alunos e culmina na elaboração de um plano de negócios. O programa é composto por nove cursos com conteúdo programático que favorece o desenvolvimento de habilidades e comportamentos empreendedores, levando o aluno a querer galgar novos horizontes e planejar o seu futuro.  

Em Zé Doca, para dar início as ações do JEPP no município, o Sebrae, por meio da regional de Santa Inês, capacitou 14 professores da Escola Betel, que irão trabalhar com alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, de maneira a incentivar a prática do empreendedorismo e o protagonismo juvenil. A escola integrará projeto piloto no município, que beneficiará 250 alunos neste ano letivo ao JEPP.

O Sebrae pretende com o programa incentiva o empreendedorismo desde as séries iniciais do ensino fundamental, proporcionando nesses alunos trabalhar de forma criativa e inovadora, para isso utilizando uma linguagem adequada com a idade e o contexto no qual o jovem está inserido.

De acordo com o analista técnico do Sebrae, Fábio Braga, responsável pela condução do JEPP na regional de Santa Inês, a participação dos professores da Escola Betel, em Zé Doca, foi bastante proveitosa, onde eles puderam vivenciar a metodologia que será trabalhada nos nove anos do ensino fundamental e que possibilitará a inserção do empreendedorismo de forma mais efetiva junto aos jovens que serão beneficiados.

“Esse trabalho com o JEPP irá contribuir muito para o desenvolvimento local por meio do empreendedorismo e com certeza para o surgimento de novos negócios”, pontua Braga.

Para a pedagoga, Elielma da Conceição Sousa, professora na Escola Betel, o treinamento foi oportuno. “A metodologia aplicada pelo Sebrae é dinâmica e objetiva, certamente vai incentivar os nossos alunos a ter uma visão mais ampla da atividade empreendedora e motivá-los para no futuro investir nesta área”, disse Elielma.

A gestora de Educação Empreendedora do Sebrae no Maranhão, Raíssa Amaral, enfatiza que o JEPP é um programa importante não apenas para os alunos, escolas e professores participantes, mas para toda a sociedade.

“É perceptível a mudança entre os estudantes logo nas primeiras oficinas realizadas. Eles se tornam cada vez mais empreendedores, responsáveis, cooperativos e proativos. Se pensarmos a longo prazo, teremos uma grande mudança nas nossas cidades em se tratando de apropriação da cidadania, com novos perfis sociais e   comportamentos diferenciados”, pontua a gestora.

Unidade de Marketing e Comunicação
Regional do SEBRAE em Santa Inês - Ma

Nenhum comentário :

Postar um comentário