Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

OLHODAGUENSE PRESO NA TAILÂNDIA ENVOLVIDO COM O TRÁFICO INTERNACIONAL DE DROGAS , ELE ESTAVA COM 1,3 KG DE COCAÍNA NO ESTÔMAGO

A POLÍCIA SUBMETEU O SUSPEITO, PAULO HENRIQUE PIRES DO NASCIMENTO, DE 27 ANOS, A UM TESTE DE 
RAIOS  X
Paulo Henrique Pires do Nascimento, preso na Tailândia por tráfico de drogas (Foto: Reprodução/Narcotics Suppression Bureau)


G1 MUNDO
As autoridades da Tailândia detiveram um cidadão brasileiro no principal aeroporto de Bangcoc enquanto tentava entrar no país com 1,3 kg de cocaína no estômago, informou nesta segunda-feira (11) a polícia.
                               Imagem dos raios x do corpo do brasileiro detido na Tailândia que mostra as cápsulas usadas para transportar a droga  (Foto: Reprodução/Thai Drug Police)
A detenção aconteceu na quarta-feira (6) passada, quando os oficiais identificaram o traficante graças a uma delação, enquanto ele pegava sua bagagem e após chegar em um voo que saiu de São Paulo e fez escala na Etiópia, disse o oficial Utit Chantasri, do escritório antidrogas.
       
    Paulo Henrique Pires do Nascimento, preso na Tailândia por tráfico de drogas (Foto: Reprodução/Narcotics Suppression Bureau)

A polícia submeteu o suspeito, Paulo Henrique Pires do Nascimento,(BUMBÁ) de 27 anos, a um teste de raios X, no qual identificou dentro do corpo do brasileiro uma centena de pequenos pacotes.
Após a análise, as autoridades confirmaram que a carga era cocaína, avaliada em cerca de 6,5 milhões de bats (R$ 605,5 mil).
Brasileiros presos na Tailândia por tráfico de drogas (Foto: Reprodução/Narcotics Suppression Bureau)
Durante o interrogatório, o rapaz admitiu a acusação e confessou que devia entregar a droga no dia seguinte a um contato em um hotel da capital. No estabelecimento, a brigada antinarcóticos prendeu outro brasileiro, Elsonias Coleta da Silva, de 35 anos, acusado de ser cúmplice. A polícia informou que o homem nega as acusações e não colabora com a investigação.

Nenhum comentário :

Postar um comentário