Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

terça-feira, 20 de março de 2018

HOMEM CONDENADO POR MORTE DE POLICIAL NO MA E SUSPEITO DE ASSASSINAR MULHER E TRAVESTI NO DF É PRESO EM MT

DANILO DE SOUSA ARAÚJO, DE 25 ANOS, FOI CONDENADO A 22 ANOS DE PRISÃO POR MATAR POLICIAL A PAULADAS. DURANTE A ABORDAGEM, ELE APRESENTOU UMA IDENTIDADE FALSA, COM O NOME DE ROBERTO FERREIRA DE MOURA




G 1 MA
Um homem acusado de vários crimes foi preso nessa segunda-feira (19), em Paranatinga, a 411 km de Cuiabá. Conforme a Polícia Civil, Danilo de Sousa Araújo, de 25 anos, foi condenado a 22 anos de prisão pela morte de um policial militar no Maranhão e é suspeito de assassinar uma mulher e uma travesti, no estado.
De acordo com o investigador da Polícia Civil Valter Sérgio Gomes, Danilo foi abordado no Centro da cidade durante rondas na região.
Durante a abordagem, ele apresentou uma identidade falsa, com o nome de Roberto Ferreira de Moura.
"Ele apresentou uma identidade que era falsa e depois da abordagem confessou o nome verdadeiro dele", disse.
Danilo foi condenado a 22 anos de prisão por assassinar a pauladas o policial militar Edivaldo Carvalho, no município de Paulo Ramos, interior do Maranhão, em 2010. Ele fugiu da prisão e estava foragido.
Ele foi levado à delegacia da Polícia Civil, onde foi constatado que ele era suspeito de participar da morte de uma mulher e de uma travesti em um bar, em Luziânia, no Distrito Federal, em março de 2017.

Nenhum comentário :

Postar um comentário