Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

domingo, 7 de abril de 2019

FLÁVIO DINO: “DEFENDER A LIBERDADE DE LULA É DEFENDER A CONSTITUIÇÃO”

DECISÃO CONTRA LULA NÃO ATENDEU AOS REQUISITOS JURÍDICOS, MAS SIM A METAS POLÍTICAS.
 
Neste domingo (7), quando o ex-presidente Lula completa um ano de prisão, na sede da PF em Curitiba (PR), o governador Flávio Dino, nas redes sociais, volta a criticar condenação sem provas e afirma que ninguém pode ser preso por “Atos indeterminados”.

Ele acrescenta que o Direito não pode estar submetido a apetites individuais ou a paixões partidárias.

“Os Tribunais, o Direito Penal e o Processo Penal existem para proteger a todos contra atos arbitrários de pessoas ávidas por cargos, poder e fama. Se isso prevalece, morreu o Direito”, talvez numa referência ao ex-juiz Sérgio Moro, responsável por manter Lula no cárcere e que deixou a magistratura para se tornar ministro de Bolsonaro.
 
Leia a íntegra do que disse o governador sobre a prisão do ex-presidente Lula 
 
Segundo a Constituição e as leis, ninguém pode ser preso por “atos indeterminados”, sem crime devidamente provado. Decisão contra LULA não atendeu aos requisitos jurídicos, mas sim a metas políticas. Por isso, defender a liberdade de Lula é defender a Constituição. #LulaLivre

Como alguns vão tentar desqualificar minha opinião, sou obrigado a lembrar que em 1994 fui aprovado em 1º lugar em 2 concursos: Juiz Federal e Professor de Direito Constitucional. Creio que não desaprendi, como constato lendo opiniões similares de milhares de juristas: #LulaLivre

O Direito não pode estar submetido a apetites individuais ou a paixões partidárias. Os Tribunais, o Direito Penal e o Processo Penal existem para proteger a todos contra atos arbitrários de pessoas ávidas por cargos, poder e fama. Se isso prevalece, morreu o Direito. #LulaLivre

Aos que me “advertem” que defender essa opinião vai me “atrapalhar” no futuro: não sou oportunista, não vivo de cálculos “politiqueiros”. Não sou afeito a extremismos e sempre pondero. Segundo a correta interpretação do Direito, hoje não tenho dúvidas de defender: #LulaLivre.

Nenhum comentário :

Postar um comentário