Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

(Lei nº 13.188) BLOG CONCEDE DIREITO DE RESPOSTA Á PROFESSORA IRINEIDE DE VITORINO FREIRE MA

                                             NOTA

DOS CAMINHOS PELEGOS ÀS MENTIRAS E DESVIRTUAÇÕES DAS PRÁTICAS SINDICAIS

Lei de Direito de Resposta (Lei nº 13.188), sancionada e publicada em 11 de novembro de 2015, assegura-se o direito de retificação do ofendido em matéria divulgada. 

Em resposta à reportagem, que teve como título PROFESSORA IRINEIDE DE VITORINO FREIRE É PEGA NA MENTIRA, publicada no blog do Jornalista Antônio Filho, no dia 31 de agosto de 2019.
Eu, IRINEIDE SALES, professora do Município de Vitorino Freire MA, utilizando do meu direito de resposta faço uso deste importante  meio de comunicação para responder ao texto no qual faltou com a verdade, a Senhora Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Vitorino Freire, Elisilvane Freitas.

O texto publicado falta com a verdade quando afirma que acusei a Presidente do Sindicato de ter desviado dinheiro de precatório, isso nunca fora dito pela minha pessoa.
O que afirmei em redes sociais no ano de 2015 foi que a Presidente do SINTASEP/VF, em anos anteriores havia incentivado centenas de professores a pagar a quantia aproximadamente de R$ 300,00 (trezentos reais) para uma equipe de advogados desconhecidos, sob a ilusão de que iriam receber o dinheiro dos Precatórios do FUNDEF.

A farsa do processo em que a Presidente do Sindicato iludiu os professores só veio a tona depois que eu, Irineide Sales, fui até a Justiça Federal saber como andava o dito processo, lá fui informada que há muito tempo o processo havia sido arquivado, porque o Sindicato não era parte legitima para ingressar com aquela ação.

Por sua vez, a senhora Elisilvane, sempre que indagada sobre o processo, afirmava que o mesmo estava em andamento, que o mesmo estava com o Juiz. Foi certo sua atitude Presidente? Enganar os professores por vários anos, afirmando um fato que não era verídico?
É do conhecimento de todos que o Sindicato paga mensalmente uma assessoria jurídica, com dinheiro dos funcionários públicos. Por que a senhora Presidente não convocou a assessoria jurídica para estudar se era viável ou não o Sindicato entrar com essa Ação antes de iludir centenas de professores a darem dinheiro para uma equipe de advogados que ninguém sabe de onde veio? Por que a própria assessoria jurídica do Sindicato não entrou com essa ação?
Senhora Presidente foi justo você iludir centenas de professores a tirarem do seu suado salário uma quantia em dinheiro, apenas para ser feita uma petição de cinco páginas e protocolada na Justiça?
Você alega que os advogados fizeram o trabalho deles, qual foi o trabalho? Redigir um pequeno texto para o Juiz Federal dizer que não era aquela a via?
Quantos recursos estes advogados fizeram a nosso favor? Nenhum.
A assessoria jurídica do Sindicato não era capaz de fazer essa petição?
Pelo amor de Deus, não me venha me acusar de que sou mentirosa. Depois que o processo foi extinto por ilegitimidade , porque você não negociou com os advogados para eles devolverem uma parte do dinheiro que os professores fizeram filas para pagar, iludidos por Vossa Senhoria de que iriam receber os precatórios?
Eu nunca disse que você desviou dinheiro de Precatório, eu disse e repito, que você levou centenas de professores a pagarem uma alta quantia por uma ação judicial que na primeira vez que olhou o Juiz Federal mandou logo arquivar. Vitorino Freire tem dezenas de advogados, o Sindicato paga todo mês uma excelente quantia para um escritório de advocacia e você trouxe advogados estranhos, desconhecidos para iludir os professores a pagarem dinheiro. Você fez certo?
Se você representasse de fato os professores você teria tido a dignidade de nos chamar e dizer que o processo tinha sido extinto, arquivado pelo Juiz Federal.
Por falar em mentiras, vamos analisar quem teria mais motivos para mentir eu ou você.
É possível você como Presidente do Sindicato ser vereadora da base do governo? Como fica os interesses dos servidores quando se confrontam com os interesses da gestão? De Qual lado você fica?
Você  consegue defender os interesses da categoria?
Senhora Presidente é claro como o sol que você há muito defende interesse de nenhum funcionário público, você tem usado a função de Presidente do Sindicato para defender seus próprios interesses.
Se você fosse uma presidente que zela pelo seu povo, teria usado este blog para esclarecer os fatos envolvendo as centenas e milhares de reais que o sindicato recolheu dos professores e entregou  para  uma equipe de advogados desconhecidos, para eles apenas fazerem um protocolo junto à Justiça Federal, sem ao menos ter sido verificada a fundamentação jurídica  , já que o sindicato  era parte ilegítima para propor a referida ação.
Responda-nos Senhora Presidente, quanto foi o montante daquele dinheiro? R$ 100.000,00 (cem mil) reais? R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil) reais ou foi mais.
Te desafio a apresentar a lista com o quantitativo de professores que entregaram o dinheiro e o valor que cada um entregou.

Você abandonou os professores na questão da mudança da hora aula de 50 para 60 minutos. Depois que a gestão da qual você faz parte assumiu, você nunca mais falou em resíduo. Vamos combinar o seguinte, faça seu trabalho e me deixe em paz. Lembre-se que 2020 ta vindo ai, e você atacando professores assim poderá ficar sem cargo de vereadora e sem a Presidência do Sindiccato. Deixo bem claro que não guardo rancor de você, mas também não aceito você querer me desmoralizar. Se tem alguém que mente, esta não sou eu.

Nenhum comentário :

Postar um comentário