Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI
POSTO FS III É QUALIDADE

sábado, 16 de maio de 2020

PRESO HOMEM QUE ASSASSINOU MISS NO AMAZONAS

RAFAEL CONFESSOU O CRIME E AFIRMOU QUE MATOU A MISS DEPOIS DE TER VISTO MENSAGENS NO CELULAR DELA E TER FICADO ABORRECIDO
Suspeito de assassinar a miss Kimberly Karen Mota, de 22 anos, Rafael Rodrigues, chegou a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), em Manaus, no sábado (16). — Foto: Patrick Marques/G1 AM
G1 AM.

suspeito de assassinar a miss Kimberly Karen Mota, de 22 anos, Rafael Rodrigues, 31, confessou à polícia que cometeu crime por ciúmes. Ele chegou na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), em Manaus, na noite deste sábado (16), após ter sido preso na tarde de sexta-feira (15) em Pacaraima, região Norte de Roraima, na fronteira com a Venezuela.
De acordo com o delegado titular da DEHS, Paulo Martins, Rafael confessou o crime e afirmou que matou a miss depois de ter visto mensagens no celular dela e ter ficado aborrecido.
 Rafael Rodrigues confessou à polícia que cometeu crime por ciúmes. — Foto: Patrick Marques/G1 AM
“Ele diz que ela foi ao banheiro. Nesse momento, ela deixou o celular na cabeceira da cama. Ele sabia a senha e viu algumas mensagens que o aborreceu. Ele foi na cozinha, escondeu uma faca nas costas e deitou ao lado dela na cama. Em uma distração, ele deu a primeira facada”, informou o delegado.

Após a vítima ter sido atingida com uma facada no pescoço, ela não reagiu. Em seguida, o suspeito deu outras duas facadas em Kimberly, que não resistiu.
Kimberly Mota foi encontrada morta no apartamento do namorado, no Centro de Manaus — Foto: Reproução/Facebook
“Quando ele percebeu que ela já estava morta, ele tentou carregá-la para tirá-la do apartamento e esconder o corpo. Ele não conseguiu. Ele levou ela para o banheiro, lavou, porque ela estava muito suja de sangue, para vesti-la e tirar ela do apartamento, mas não conseguiu. Como estava muito nervoso, ele deixou o corpo e fugiu”, explicou Martins.
Após ter sido localizado e preso em Pacaraima, em Roraima, policiais civis da DEHS em Manaus se deslocaram para a cidade para fazer o transporte de Rafael para Manaus, na sexta-feira (15). Os policiais e o suspeito saíram de Pacaraima para Manaus por volta de 14h.

Eles chegaram na sede da DEHS por volta de 21h45. Segundo a Polícia Civil, ele deve ser ouvido ainda durante a noite, com a presença de um advogado. No domingo (17), ele deve passar por audiência de custódia.

Nenhum comentário :

Postar um comentário