Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

domingo, 3 de agosto de 2014

AVIÃO CAI SOBRE RESIDÊNCIA EM BALSAS E MATA 5 PESSOAS

 PILOTO É FILHO DE CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL
 

Piloto do avião é filho de candidato a deputado estadual
O piloto que estava conduzindo o avião bimotor, modelo Minuano Embraer 620, que caiu na cidade de Balsas-MA na manhã deste domingo matando 5 pessoas carbonizadas é Delano Coelho, filho do médico Vagner Coelho candidato a deputado estadual pelo PPS e da ex-prefeita de Uruçuí, Maria do Espirito Santo. Estão sendo checadas as informações de que entre as cinco vítimas estava a mulher de Delano Coelho.
O piloto já tinha se envolvido em um acidente há 3 meses quando um avião caiu sobre uma casa causando a morte de uma criança e também já tinha feito um pouso forçado em Parnaíba quando queria pegar um documento que havia esquecido.


Atualizado às 10:25
Um avião de pequeno porte que fazia o transporte de uma paciente caiu em cima de uma residência na madrugada deste domingo (3), em Balsas, a 810 km de São Luís, no sul do Maranhão. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, as cinco pessoas que estavam na aeronave morreram. Os corpos já foram retirados do veículo e aguardam remoção do Instituto Médico Legal (IML).
De acordo com a polícia, o avião transferia uma paciente idosa, identificada apenas como Francisca, de um hospital em Balsas para outro em Teresina, no Piauí. Além da idosa, morreram a filha dela e o neto, que a acompanhavam; o piloto, identificado apenas como Delano, e a esposa dele, que era enfermeira e ajudava na transferência. Equipes do Corpo de Bombeiros, Polícias Militar e Civil, e muitos curiosos estão no local. A casa onde a aeronave caiu, localizada no Rua Doutor Rosy Cury, no bairro Catumbi, pertence a uma família. Na residência, estavam o pai, identificado como Mácio André Ertell, a esposa Sabrina, e o filho, de 11 anos. Nenhum dos três ficou ferido.
A mãe contou que a família dormia no mesmo quarto no momento do acidente. "Estávamos dormindo quando ouvimos um estrondo. Meu marido levantou, abriu a porta e viu o fogo. Ele pegou logo a crianca e eu e nós pulamos a janela do quarto e corremos para o corredor externo, foi quando vimos o avião e gritamos socorro.
Os vizinhos arrombaram o portão e conseguimos sair. Só eu que cortei o pé, mas não sei dizer como foi", relatou Sabrina Ertell. Sabrina contou ainda que o avião caiu em cima do quarto do filho que, naquela madrugada, havia pedido para dormir com os pais. "Meu marido trabalha em fazenda e passa a semana só nós dois em casa. Ontem, ele pediu pra dormir todo mundo junto, eu tentei convencer ele a dormir no quarto dele, mas acabei cedendo. Ainda bem", revelou.

Do Portal Meio Norte 

Nenhum comentário :

Postar um comentário