Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

quinta-feira, 12 de abril de 2018

NETO EVANGELISTA DESFAZ FALÁCIA DE BRAIDE SOBRE ATUAÇÃO DE COMITÊ QUE ATUA INUNDAÇÕES NO MARANHÃO


NÃO PODEMOS TRAZER UM ASSUNTO DESSES À PAUTA DA ASSEMBLEIA USANDO APENAS A POLÍTICA COMO PAUTA PRINCIPAL”, ENFATIZOU NETO.


Na sessão plenária de ontem, o deputado estadual Eduardo Braide pediu informações sobre a atuação Comitê de Prevenção e Acompanhamento de Inundações, no âmbito do Estado do Maranhão. Criado no governo Flávio Dino, por meio do Decreto nº 31.536, de 11 de março de 2016, a iniciativa teve como um dos coordenadores o então secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Neto Evangelista.
Atualmente deputado estadual, o ex-titular da Sedes criticou a politização do drama familiar das enchentes, e detonou Eduardo Braide ao afirmar que as últimas graves inundações ocorridas no Maranhão foram em 2009, e nada foi feito pelo colega nos anos subsequentes. “Percebam que de 2009, nós tivemos 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 com governos que a bancada de oposição, que aqui trouxe o tema, apoiava. Mas sequer tiveram a presteza de criar um comitê”, disparou.
Neto esclareceu que, desde sua criação, em 2016, o Comitê de Prevenção e Acompanhamento de Inundações capacitou mais de 120 pessoas nos municípios para lidarem com este tipo de situação e realizou, preventivamente, monitoramento hidroclimático das localidades mais sensíveis, possibilitando acompanhar evolução dos níveis dos principais rios maranhenses.
“Hoje nós temos tanto um plano de contingências, quanto o mapeamento das áreas de risco no Maranhão, tanto para incêndio quanto para enchentes. No que diz respeito às nossas instituições, eu peço aos colegas que trouxeram o assunto a esta tribuna, porque o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil são instituições sérias e que sabem do compromisso que tem com este tema. Não podemos trazer um assunto desses à pauta da Assembleia usando apenas a política como pauta principal”, enfatizou Neto.
Ele deu como exemplo as cheias que atingiram a cidade de Marajá do Sena. “No dia seguinte, o Governo do Maranhão chegava com a alimentação, chegava com água, chegava com colchões, chegava com equipes de saúde, força estadual de saúde. Chegava com equipes de assistência social para poder identificar as pessoas beneficiárias do Programa Bolsa Família para terem os seus benefícios adiantados pelo Governo Federal. Chegava equipe de infraestrutura do Governo do Maranhão para refazer a estrada que fora cortada pela enxurrada em Marajá do Sena”, destacou.
Restou a Braide parabenizar o discurso de Neto Evangelista.

Blog do Domingos Costa

Nenhum comentário :

Postar um comentário