Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

BENEFÍCIO EXCLUSIVO AO SUPERMERCADO MATEUS É FAKE NEWS DA OPOSIÇÃO SARNEYZISTA


A AÇÃO DE AJUDAR UMA EMPRESA MARANHENSE É LOUVÁVEL. MAS A REALIDADE É QUE O MACIEL QUEBROU DEVIDO À MÁ GESTÃO.
Há tempos que circula em blogs ligados à oligarquia Sarney que a falência do Supermercado Maciel seria em virtude da aprovação do Projeto de Lei nº 224/2016, de autoria do Poder Executivo, que institui o Programa de Incentivo ao Desenvolvimento dos Centros de Distribuição no Maranhão, que beneficiaria apenas o Mateus.
A fake news montada nos porões do Sistema Mirante não passa de oportunismo daqueles que querem culpar o governo Flávio Dino por tudo de ruim que acontece no Maranhão. Uma campanha para salvar o Maciel foi encampada nas redes sociais com a ajuda dos asseclas do sarneyzismo que se aproveitam da situação.
A ação de ajudar uma empresa maranhense é louvável. Mas a realidade é que o Maciel quebrou devido à má gestão.
Em 2015, em relação ao estabelecimento de médio e grande porte, que podem ser citados os atacadistas – aí incluídos tanto o Mateus como o Maciel – o governo reduziu a carga tributária efetiva do ICMS de 18% para 2%. Ou seja, além dos dois supermercados, outros 150 pagam esta alíquota.
Portanto, a informação espalhada aos quatro cantos pela oposição afirmando que só o Mateus paga 2% de ICMS é fake news. Sobre o PL dos Centros de Distribuição, ainda não existe nenhuma empresa que aderiu a esse benefício.
O que existe hoje é transparência por parte do governo em publicar no Diário Oficial do Estado a adesão das empresas em relação a incentivos e benefícios fiscais.
Bem diferente do que ocorria no passado, quando existiam os regimes especiais de tributação, onde o próprio secretário da Fazenda concedia benefícios escusos, que muitas vezes não vinham a público. A Máfia da Sefaz, no governo Roseana, é um caso emblemático.
A situação do Maciel é de má gestão, como o blog explicou em post mais cedo, sobretudo porque ele também possui benefício de atacadista, assim como o Mateus, e paga a mesma alíquota do concorrente.
Essa é a atual realidade dos supermercados do Maranhão. O resto é fake news.


Maarapá

Nenhum comentário :

Postar um comentário