Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

terça-feira, 30 de abril de 2019

TRAGÉDIA, UMA MORTE E TRÊS GRAVEMENTE FERIDOS, EM ACIDENTE DE TRÂNSITO NA MA 323 MARAJÁ DO SENA MA.


VEREADOR NOVO DE BREJO DE AREIA MA, NÃO CUMPRIU E PROPRIETÁRIA MANDOU BUSCAR CAMINHÃO EM MARAJÁ DO SENA
Um grave acidente de trânsito no final da tarde de terça feira  30/04, na MA 323  de Marajá do Sena, uma pessoa morreu e três ficaram gravemente feridas.  O Garimpeiro identificado
como Jefferson  Túlio, foi a pessoa que morreu.   

Segundo informações  a viúva do vereador Araquém, de Brejo de Areia, vendeu o caminhão F 14.000 para o vereador Edimilson Sousa de Oliveira (PDT) conhecido como Novo. O parlamentar não conseguiu  pagar  o veículo, por isso  a proprietária teve que mandar buscar na  cidade de Marajá do Sena MA, onde mora o vereador de Brejo de Areia.
 
O motorista Joel e mais quatro pessoas foram de motocicleta à cidade de Marajá do Sena, na missão de trazer de volta o veículo, receberam, colocaram as duas motocicletas em cima do  o carro e quando saíram da cidade o caminhão apresentou alguns problemas de ordem mecânica e ao passar por uma das  ladeiras,  o motorista percebeu que a situação se agravou vindo ficar desgovernado e infelizmente perdeu o controle e caiu de ribanceira a baixo, os ocupantes que estavam na carroceria sofreram um grande impacto, vindo a serem arremessados, Túlio não resistiu e morreu na mesma hora.
                    

Os ocupantes: Joel motorista, o garimpeiro Túlio que morreu no local e os três  que ficaram gravemente feridos, Joelson, Clécio e Daniel, foram socorridos para centro de saúde de Marajá do Sena e em seguida transferidos para o hospital regional de Bacabal, Drª Laura Vasconcelos, o prefeito de Brejo de Areia, Chico Eduardo, esteve a noite  no hospital prestando apoio e solidariedade para as vítimas.
                      
O prefeito Chico Eduardo, lamentou o acontecido, se solidariza com a família do  rapaz que faleceu no acidente e disse que o município está prestando total apoio as vitimas  hospitalizadas.





Nenhum comentário :

Postar um comentário