Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

HOMEM É ASSASSINADO Á BALA EM MARAJÁ DO SENA

CORPO FOI ENCONTRADO POR POPULARES NO BAIRRO 13 E ACIONARAM A POLÍCIA


POLÍCIA MILITAR.
Na madrugada desta segunda feira (20), por volta de 01:40 a guarnição de serviço foi avisada que na rua principal da cidade havia um corpo. Diante disso, a guarnição deslocou-se até o referido local e a chegar se deparou com um cidadão no chão caído de bruços em cima de uma espingarda (verificada que estava carregada e descarregada posteriormente) e ao lado dele uma garruncha (descarregada). Nessa situação, após virar o corpo, foi constatado um disparo de arma de fogo no peito. Foi colhida algumas informações no local e populares falaram que viram a vitima bebendo em um bar horas antes do ocorrido. Parentes da vítima disseram que ele usava as armas para caçar e não tinha nenhuma rixa com ninguém.

Populares nas imediações onde ocorreu a situação disseram que não viram nada, só escutaram o barulho.
que a vítima (Josiel) estava em um bar próximo ao ocorrido bebendo e lá teve um atrito com um cidadão conhecido por "Berton". Sendo assim, nós deslocamos ao Bar para colher informações e ao chegar no estabelecimento o Dono nos relatou que a vítima (Josiel) estava bebendo mais cedo no bar por volta das 22 horas. Relatou também que quando Josiel estava lá chegou o cidadão conhecido por Berton pedindo licença que queria comprar cerveja, o "Josiel" que estava no meio da porta permaneceu no mesmo lugar, o Dono do Bar pediu para deixar ele passar, Berton comprou a cerveja e quando ia saindo Josiel lhe chamou de "Pau no Cu". Sentindo-se ofendido tiveram uma pequena discussão, segundo o Dono do Bar. 


Horas depois por volta das 1:20 o Dono do Bar disse que ouvi dois barulhos similares a de disparos de armas de fogo, mas achou que era bombinhas e continuou deitado.
Com base nessas informações, fizemos diligências e obtivemos informações de onde é a residência do Berton, e ao chegar lá sua mulher afirmou que ele saiu por volta das 21 horas horas e não deu mais notícias de onde ia e nem que horas voltaria, mas poderia está na casa de seus pais. Ao chegar na casa dos Pais do suspeito "Berton" foi questionado se ele encontrava-se, porém relataram que não. Foi indagado se podíamos, com seu consentimento, entrar na residência e disseram que sim. Nessa situação, foi feito uma busca dentro da residência, porém o suspeito não encontrava-se.

PROVIDÊNCIA TOMADA
O corpo foi conduzido ao pronto socorro municipal e o fato comunicado a Delegacia Regional de Bacabal
Até o momento sem informação do paradeiro do acusado

*_⚡⚡ Polícia Militar, Guardiã da Sociedade⚡⚡_*

Nenhum comentário :

Postar um comentário