Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

MÁRCIO JERRY APONTA OPORTUNISMO DE BOLSONARO NO CASO ‘LARANJAL DO PSL’



BOLSONARO CHEGOU A PEDIR PARA UM APOIADOR, EM FRENTE AO PALÁCIO DA ALVORADA, QUE ‘ESQUECESSE O PSL’, ALÉM DE AFIRMAR QUE O PRESIDENTE DA SIGLA, LUCIANO BIVAR (PE), ESTAVA “QUEIMADO”.
                  
O deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) afirmou, nesta quarta-feira (9), que o presidente Jair Bolsonaro age com oportunismo na crise envolvendo seu partido, em um esquema que teria desviado recursos públicos usando mulheres como candidatas ‘laranjas’.
Bolsonaro chegou a pedir para um apoiador, em frente ao Palácio da Alvorada, que ‘esquecesse o PSL’, além de afirmar que o presidente da sigla, Luciano Bivar (PE), estava “queimado”.
“Bolsonaro adota uma postura de oportunismo explícito e cinismo despudorado nesses episódios envolvendo o partido dele, o PSL, num vergonhoso e criminoso laranjal. Ele é suspeito de ter sido beneficiado pelo caixa dois operado pelo PSL, mas corre da acusação e aponta a responsabilidade do partido. Malandro”, afirmou Márcio Jerry.
A crise aumentou após Polícia Federal encontrar uma planilha em uma gráfica sugerindo que o dinheiro do esquema de candidaturas laranjas em Minas Gerais era desviado com o objetivo de ser repassado, por meio de caixa dois, para as campanhas do presidente Jair Bolsonaro e do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.
Além disso, assessor de Álvaro nas eleições de 2018 disse, em depoimento à PF, que “acha que parte dos valores depositados para as campanhas femininas, na verdade, foi usada para pagar material de campanha de Marcelo Álvaro Antônio e de Jair Bolsonaro”.

Marrapá.

Nenhum comentário :

Postar um comentário