Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

POLÍCIA CIVIL CUMPRE MANDADO DE PRISÃO CONTRA VAQUEIRO DA FAZENDA MARATÁ EM OLHO D’ÁGUA DAS CUNHÃS MA

CONDUZIDO PELA PRÁTICA DE ROUBO, SEGUNDO A JUSTIÇA,  FATO OCORRIDO HÁ 12 ANOS. NO POV. BACURI DA LINHA.
Na manhã desta quinta feira (21/11), sob comando do delegado Alexandre Sermoud, a  equipe da Polícia  Civil, através da Delegacia de Olho d’Água das Cunhãs / 16ª Delegacia Regional de Polícia Civil, cumpriu um mandado de prisão preventiva em desfavor de João Batista de Sousa Marques 36 anos. De acordo com a justiça, o conduzido foi prezo pela prática do crime de Roubo Circunstanciado, fato este ocorrido em 2007, no povoado Bacuri da Linha. Ele foi preso nas dependências da fazenda Maratá, localizada na BR 316, nas proximidades dos povoados Telâmacos e Setúbal dos Barreiros, na  zona rural de Olho d’Água das Cunhãs MA.

O caso foi registrado há 12 anos, João Batista  estava respondendo ao processo em liberdade , tendo sido condenado a 6 anos e 2 meses, em regime semiaberto. A mãe de João Batista esteve na delegacia  negou que seu filho, tenha praticado o crime, ela afirmou que na época que João Batista , teria danificado um aparelho de som de um amigo e depois de um acordo que custou 300 reais, Zé Filho, o dono do aparelho teria perdoado e  se comprometido em desistir de prosseguir com a denúncia.  Por volta das 10:45, a viatura da polícia civil  deixou a cidade,  indo para Bacabal,  levando  João Batista para a penitenciária, ele cumprirá pena no regime semiaberto.

Nenhum comentário :

Postar um comentário