Páginas

ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 22 de junho de 2020

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA RETOMA SESSÕES PRESENCIAIS NESTA TERÇA-FEIRA (23)

O ACESSO AO PLENÁRIO SERÁ RESTRITO E AS SESSÕES CONTARÃO COM O NÚMERO MÍNIMO DE SERVIDORES NECESSÁRIO AO SEU FUNCIONAMENTO.
                                 Assembleia Legislativa retoma sessões presenciais nesta terça-feira
A Assembleia Legislativa do Maranhão realizará, hoje terça-feira (23), às 9h30, a primeira sessão plenária presencial, após o período de restrições das atividades da Casa por conta da pandemia da Covid-19.  O chefe do Legislativo Estadual, deputado Othelino Neto, conduzirá os trabalhos no Plenário Nagib Haickel, onde serão adotadas todas as medidas necessárias para a prevenção de contágio do novo coronavírus.
O acesso ao Plenário será restrito e as sessões contarão com o número mínimo de servidores necessário ao seu funcionamento. Os assentos dos parlamentares serão ajustados para garantir o distanciamento entre os deputados.
A sala de imprensa, localizada ao lado do Plenário Nagib Haickel, e a Galeria ficarão fechadas. As sessões plenárias serão transmitidas ao vivo pela TV Assembleia (canal aberto digital 51.2/ 17 TVN), no site www.al.ma.leg.br e pelas páginas da TV e da Assembleia Legislativa no Facebook, garantindo ampla divulgação e transparência por meio do acesso virtual da imprensa aos trabalhos legislativos.
O retorno das atividades parlamentares de forma presencial foi regulamentado pela Resolução Legislativa nº 1.032/20,m. De acordo com a resolução, os deputados que, por questões de saúde ou pertencerem ao grupo de risco, poderão participar das sessões de forma remota, por meio de plataforma virtual. 
A resolução também prevê a realização de até duas Sessões Ordinárias ou Extraordinárias por semana, contando somente com o Pequeno Expediente e a Ordem do Dia, ficando suspensas as realizações de sessões especiais e solenes. 
Expediente
O Legislativo Estadual funcionará, provisoriamente, com horário de expediente especial, das 8h às 14h, com acesso às dependências restrito a deputados, servidores, estagiários e terceirizados imprescindíveis à manutenção de serviços.

Andressa Valadares / Agência Assembleia

Nenhum comentário :

Postar um comentário