ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 5 de abril de 2021

MP PEDE QUE TCU INVESTIGUE DESPESAS DE R$ 2,4 MILHÕES NAS FÉRIAS DE BOLSONARO

 SEGUNDO O SUBPROCURADOR-GERAL LUCAS ROCHA FURTADO, EM UM MOMENTO NORMAL, O MONTANTE JÁ SERIA ABSURDO. "TODAVIA, NA SITUAÇÃO ORA VIVENCIADA, CONFIGURA FLAGRANTE ESCÁRNIO COM O SOFRIMENTO DO POVO BRASILEIRO", APONTA 

Jair Bolsonaro gastou R$ 2,4 milhões em férias no litoral do país, entre dezembro e janeiro, em plena pandemia
Jair Bolsonaro gastou R$ 2,4 milhões em férias no litoral do país, entre dezembro e janeiro, em plena pandemia (Foto: Reprodução/Facebook)

Conjur - Nesta segunda-feira (5), o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU) pediu que a corte avalie a pertinência das despesas das últimas férias do presidente Jair Bolsonaro, que chegaram a R$ 2,4 milhões.

"Em um momento normal, tal montante já seria absurdo, todavia, na situação ora vivenciada, configura flagrante escárnio com o sofrimento do povo brasileiro", aponta o documento, assinado pelo subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado.

Os valores foram levantados pelo deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) e noticiados pelo Poder 360. Segundo informações da Secretaria-Geral da Presidência da República e do Gabinete de Segurança Institucional, em menos de vinte dias entre dezembro e janeiro, foram gastos cerca de R$ 1 milhão com locomoção e R$ 200 mil com equipes de segurança.

Além disso, o presidente gastou R$ 1,2 milhão com o cartão corporativo da Presidência. As despesas incluem hospedagem, alimentação e entretenimento para o presidente, sua família, as equipes de profissionais e convidados.

 Fonte 247

Nenhum comentário :

Postar um comentário