Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

sábado, 16 de janeiro de 2016

SANTA INÊS É A QUINTA CIDADE A CANCELAR O CARNAVAL

COELHO NETO, MATÕES, PEDREIRAS, GOV. NEWTON BELO E AGORA SANTA INÊS

Blog do Luís Cardoso
Sem recursos próprios e sem ajuda dos governos federal e estadual, a Prefeitura de Santa Inês também optou pelo cancelamento do carnaval 2016 para cumprir obrigações municipais, como pagamento do funcionalismo e fornecedores, e também para manter o funcionamento do atendimento de saúde e investimentos para a qualidade de vida da população.
Antes de Santa Inês, as prefeituras de Matões e Coelho Neto foram as primeiras a adotar a medida de contenção de despesas. Em seguida foi a vez de Pedreiras, que foi judicialmente impedida de fazer a festa de aniversário por causa dos estragos promovidos nas áreas ribeirinhas pelo o transbordamento dos rios. Newton Bello foi a quarta.
Através de Nota de sua Assessoria de Comunicação, o prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves,  anunciou sexta-feira (15/01), a suspensão do “Carnaval da Gente”. Tida como a maior folia do momo da Região Vale do Pindaré, o Carnaval de Santa Inês não acontecerá por força de diversos fatores.
Não era de se esperar algo muito diferente. Afinal, não se faz festa sem dinheiro. Ribamar Alves e os prefeitos de Coelho Neto, Matões, Pedreiras, Governador Newton Bello, entre tantos outros de todo o Brasil preferiram não gastar o que não tem e manter as contas em dia. “Prefiro priorizar o pagamento do funcionalismo e manter serviços como Saúde, Educação e qualidade de vida da população de Santa Inês, a qual terá de compreender que não temos recursos para realizar o Carnaval deste ano”, disse Ribamar Alves.
Confira a Nota de Esclarecimento emitida pela Prefeitura de Santa Inês:
NOTA DE ESCLARECIMENTO
O prefeito de Santa Inês-MA, Ribamar Alves, vem a público esclarecer que o Município está suspendendo as atividades carnavalescas 2016. O motivo é a crise nacional pela qual passa o País e a consequente falta de repasses por parte do Governo Federal, assim como do Governo Estadual.
Essa total falta de recursos faz com que o Município suspenda a realização do Carnaval e priorize obrigatoriedades como o cumprimento da folha de pagamento e encargos sociais do funcionalismo; assim como compromissos já assumidos na área da Saúde, Educação e investimentos na qualidade de vida da população.

Santa Inês, 15 de janeiro de 2016
José de Ribamar Costa Alves
Prefeito Municipal.

                    

Nenhum comentário :

Postar um comentário