Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

SÃO LUÍS VAI SEDIAR CONFERÊNCIA MUNDIAL DA PAZ

A ABERTURA SERÁ ÀS 8H NO TEATRO ARTUR AZEVEDO E TODOS ESTÃO CONVIDADOS A PARTICIPAR DA CONFERÊNCIA MUNDIAL DA PAZ.


O Maranhão será, no próximo dia 20 de novembro, o ponto de encontro dos movimentos engajados na luta pela paz. A capital maranhense sediará nessa data a Conferência Mundial da Paz, evento que acontece pela primeira vez no Brasil e tem o apoio do Governo do Estado. O objetivo do evento, que vai reunir combatentes ativistas pela paz, movimentos sociais, pesquisadores, representantes diplomáticos e jornalistas de todo o mundo, é fortalecer a solidariedade entre os povos na luta pela paz.

A abertura será às 8h no Teatro Artur Azevedo. Todos estão convidados a participar da conferência e para tanto basta se inscrever no site do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Ceprapaz) - http://cebrapaz.org.br/site/.  Antecedendo à conferência vai ocorrer, também em São Luís, a 4ª Assembleia Nacional da Ceprapaz, evento fechado que será realizado dia 17.

“Fomos convidados para sermos representante local do Ceprapaz e contribuir para esse processo de mobilização em prol de uma cultura da paz. A ideia é que seja reativada no Estado uma sessão local do centro para que esse trabalho em prol de uma cultura da paz seja também desenvolvido no âmbito do Maranhão”, contou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada.

O secretário disse que, considerando a relevância que tem para o mundo a cultura da paz, considerando que um mundo vive uma grande crise econômica, das instituições e da política representativa, é fundamental discutir, debater, dialogar e mobilizar as pessoas em torno da disseminação de uma cultura de paz.

“Todos estão convidados a participar da Conferência Mundial da Paz. Diversos países que fazem parte do Conselho Mundial da Paz estarão aqui representados e é de fundamental importância estarmos nos inteirando e nos somando a este grande movimento que tem por tema central a construção da paz”, enfatizou o secretário.

Jhonatan Almada contou que a Secti está nas tratativas para firmar um convênio de cooperação com o Cebrapaz e com o Conselho Mundial da Paz que vai permitir aos estudantes do Programa Cidadão do Mundo desenvolver atividades quando estiverem fazendo intercâmbio em cidades-sedes dos conselhos mundiais da paz.

“Com esse convênio de cooperação, eles poderão visitar a sede do Conselho Mundial da Paz, participar de atividades extracurriculares ligadas a esses movimentos em prol da disseminação de uma cultura de paz”, explicou o secretário.

Fonte: Secti     
Texto: Elizete Silva

Nenhum comentário :

Postar um comentário