Páginas

GOVERNO DO MARANHÃO

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

OLHODAGUENSE PRESO COM COCAÍNA NA TAILÂNDIA PODE PEGAR PRISÃO PERPÉTUA

SEGUNDO A LEGISLAÇÃO DA TAILÂNDIA, ESTE TIPO DE CRIME, O TRÁFICO DE COCAÍNA, GERA UMA PENA DE 20 ANOS À PRISÃO PERPÉTUA, CONFORME A QUANTIDADE DE DROGA APREENDIDA
                                 
O maranhense da cidade de Olho d'Água das Cunhãs, Paulo Henrique Pires do Nascimento, de 27 anos, pode ser condenado à prisão perpétua na Tailândia, localizado no continente asiático, onde foi preso no último dia 6 com 1,3kg de cocaína. A droga estava escondida no estômago do rapaz, que é natural de Olho d’Água das Cunhãs/MA. A mãe dele afirmou que o filho disse que iria trabalhar em um garimpo no Suriname, na América do Sul.
Paulo, de acordo com apuração feita pela reportagem do Jornal Pequeno, foi preso no principal aeroporto do país, em sua capital, Bangcoc, quando os oficiais, que receberam uma denúncia anônima, o identificaram no meio dos passageiros, sendo que o maranhense havia acabado de desembarcar de um voo que saiu de São Paulo. A polícia tailandesa submeteu o rapaz a um teste de Raio-X, ao que foi descoberto que havia centenas de pacotes de uma substância no estômago dele.
Depois de uma análise, ficou constatado que a droga era cocaína, que foi avaliada em aproximadamente R$ 604 mil, que, em dinheiro tailandês, equivalem a 6,5 milhões de bats. Aos policiais, o maranhense confessou que iria entregar o material ilícito em um hotel da cidade, para uma pessoa que o aguardaria. No referido estabelecimento, a brigada antinarcóticos prendeu Elsonias Coleta da Silva, 38, acusado de ser cúmplice de Paulo Henrique.
Segundo a legislação da Tailândia, este tipo de crime, isto é, o tráfico de cocaína, gera uma pena de 20 anos à prisão perpétua, conforme a quantidade de droga apreendida.

Jornal Pequeno 

Nenhum comentário :

Postar um comentário