ANUNCIE AQUI

ANUNCIE AQUI

quinta-feira, 4 de novembro de 2021

AGED VACINA MAIS DE 425 BEZERRAS BOVINAS EM LAGOA GRANDE DO MARANHÃO

A AÇÃO FAZ PARTE DO PROJETO “CONTROLE PREVENTIVO DA BRUCELOSE, VACINAÇÃO DE BEZERRAS E ORIENTAÇÃO DE PEQUENOS CRIADORES DO MUNICÍPIO.

Trinta e um produtores de Lagoa Grande do Maranhão foram beneficiados com a parceria entre a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) e a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), com a vacinação de 425 bezerras bovinas entre 3 a 8 meses contra a brucelose, que é uma zoonose (pode ser transmitida aos seres humanos). A brucelose é causada por bactéria, acomete diversas espécies, principalmente os bovinos e bubalinos, acarreta prejuízos econômicos, sendo relevante para a saúde pública.

A ação faz parte do projeto “Controle preventivo da brucelose: vacinação de bezerras e orientação de pequenos criadores do Município de Lagoa Grande do Maranhão”, que contou com a participação da Unidade Regional de Pedreiras e o apoio do Setor de Brucelose e Tuberculose/AGED.

Além da vacinação, os produtores do município participaram de palestra sobre o Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal (PNCEBT), onde foram repassadas informações sobre a importância da prevenção e controle dessas enfermidades.

“Considerando a importância da brucelose animal no âmbito socioeconômico e de saúde pública, esta ação que foi realizada no município de Lagoa Grande, contribuiu para a melhoria da sanidade do rebanho bovino e, consequentemente, a oferta de produtos lácteos e cárneos com melhor qualidade sanitária à população”, afirmou a Fiscal Estadual Agropecuária e responsável técnica pelo Programa da Brucelose, Adriana Prazeres.

 

Os produtores rurais do povoado de Lagoa do Coco, que participaram da ação, consideraram que a palestra e a vacinação foram bem positivas, pois possibilitam o crescimento de um rebanho sem doenças, como forma de garantir cada vez mais a saúde dos animais e, dessa forma poder haver a comercialização dos animais com mais segurança.

Já o gestor da Unidade Regional de Pedreiras, Valter Marchão Costa Filho disse que a atividade foi importante, pois faz parte de um programa que visa aumentar o IDH municipal, contribuindo assim para o desenvolvimento do município. Do ponto de vista sanitário, a ação visa diminuir os casos de brucelose no rebanho do município de Lagoa Grande do Maranhão.

Estiveram presentes durante a ação de vacinação dos bovinos de produtores de Lagoa Grande, Nêres Policarpo (Prefeito do município); Adriana Prazeres Paixão (Fiscal Estadual Agropecuário/Responsável PNCEBT/MA); Valter Marchão Costa Filho (Fiscal Estadual Agropecuário/Gestor da Unidade Regional de Pedreiras); Andenilson André Jansen Marques (Auxiliar de Fiscalização Agropecuária), Edmilson Barroso Lima (Técnico Estadual Agropecuário), Leandro Vieira Sousa (Administrativo AGED/MA); Vivian Barbosa Penha Freire e Marcos Vinícius Ferreira de Carvalho (alunos do Curso de Medicina Veterinária).

A brucelose animal não possui tratamento, portanto, a vacinação é necessária. A obrigatoriedade da vacinação com a vacina B19 ocorre em fêmeas bovinas e bubalinas, com idade entre 3 a 8 meses. A vacinação deverá ser realizada por um médico veterinário cadastrado ou auxiliar vinculado ao Programa de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal-AGED/MA. Para a aquisição da vacina o veterinário emite o Receituário ao produtor para que este apresente na casa de revenda. Após a vacinação as fêmeas deverão ser marcadas com o último algarismo do ano “1” (um) no lado esquerdo da cara. O médico veterinário emite o Atestado de Vacinação e o criador comprova no escritório da AGED/MA onde a sua propriedade está cadastrada.  A vacinação é uma das medidas de prevenção para que não haja a introdução da doença no rebanho.

 

Por Suyane Scanssette

Nenhum comentário :

Postar um comentário